quinta-feira, 9 de julho de 2020

Retomada das Filmagens em SP



Bruno Covas, prefeito de São Paulo autoriza o retorno de filmagens e gravações na cidade.


São Paulo libera filmagens e gravações.


Este retorno deve acontecer nesta semana e está condicionado a medidas e protocolos de biossegurança e tem diversas restrições. 

Teremos no nosso site o decreto e informativos da SP Cine para a consulta de nossos clientes sobre esta retomada.

A Bureau Cinema e Vídeo, já adotou uma série de medidas para estarmos dentro dos padrões de biossegurança que associações, sindicatos e autoridades aconselham. 





O que estamos fazendo?
Nós da Bureau Cinema e Vídeo, estamos atentos a todos os protocolos que as autoridades e associações estabeleceram para este reinício de trabalho de filmagens e gravações.
  • Estamos funcionando com todos os cuidados:
  • Equipe reduzida na locadora,
  • Atendimento Comercial em Home Office de parte da equipe,
  • Retirada e Devolução com Horário Agendado.

Biossegurança: Todos os equipamentos, bolsa e malas de transporte são higienizados na devolução e na retirada com Álcool 70 ou Cloreto de Benzalcônio e todos passam por um processo de indução por Luz UV por 15 minutos, que comprovadamente elimina Bactérias, Vírus, Fungos e outros microrganismos
Todos equipamentos recebem uma etiqueta após serem higienizados.



Os colaboradores da expedição usam, EPI's de proteção: Jaleco de uso exclusivo interno na locadora, Máscaras de proteção facial, Óculos e Luvas descartáveis na manipulação dos equipamentos e atendimento aos clientes.

Esperamos que nossa atividade retome e atinja em muito breve os níveis anteriores de produção e que todos os profissionais da área do audiovisual e seus familiares estejam com saúde e prontos para voltar a trabalhar.


BureauCinema e Vídeo

30 anos preocupados em atender bem.  Se chegamos aqui é que já superamos diversas crises, esta também vai passar. Acredite!







domingo, 28 de junho de 2020

MEVO START - A CÂMERA ALL IN ONE PARA LIVES


A Mevo Start é uma câmara do tipo: “tudo-em-um”. Esta câmera foi concebida para fornecer um fluxo de trabalho muito fácil para transmissão ao vivo (LIVES) para plataformas RTMP populares, incluindo YouTube Live e Facebook Live.



Transmite vídeo com resolução até 1080p30 e, também é possível gravar simultaneamente o que está sendo transmitido em um cartão microSD, assim, a câmera também grava uma cópia da sua transmissão ao vivo.

Como controlar tudo isto? A câmera é controlada através do seu Smartphone ou Tablet através de uma aplicação iOS/Android da Mevo, que oferece ferramentas intuitivas e simples de utilizar para a produção ao vivo. Por exemplo, é possível fazer uma pam ou um zoom através da imagem que está sendo capturada pela câmera e isto durante uma transmissão ao vivo.


Multicâmeras: Apesar de ser somente uma câmera, o aplicativo emula até nove ângulos diferentes dessa imagem principal, como se fossem nove câmeras . Tudo isto você pode ver no aplicativo, como se fossem nove imagens sendo vistas ao vivo e simultaneamente. A troca entre as imagens pode ser automática ou manual . Para ser uma troca de imagens manual, basta um toque na tela do smartphone ou tablet para cortar de "uma câmera a outra " Você será o diretor de corte da sua live.

Embora a aplicação seja capaz de criar os diferentes ângulos automaticamente, também pode optar por fazê-lo manualmente.
Está sozinho e não tem quem te ajude no corte das imagens? Tudo bem use o modo piloto automático, que utiliza a detecção facial e a análise de cenas para escolher cortes interessantes e editar o fluxo do vídeo criando uma dinâmica e tornando a Live interessante e menos monótona.



A câmera tem bateria de 6 horas de autonomia,
Fácil configuração para os serviços de streaming
Conexão via WiFi ou Bluetooth
Slot para cartão micro SD
Tem um microfone interno extremamente sensível de alta fidelidade.
Conector para microfone externo - Use microfones profissionais ou um mixer profissional



Venha conhecer a MEVO Start na Bureau Cinema e Vídeo.



sábado, 13 de junho de 2020

Planeje seu programa de podcast

O mercado de Podcasts vem crescendo muito no Brasil e no mundo. Esta semana escreveremos sobre Podcasts.

Como qualquer produção, planejamento é essencial. Então veja aqui algumas dicas sobre como planejar seu programa de podcast.


Definição de objetivos


Sem definir os objetivos, definir as seguintes etapas será um trabalho quase impossível e os seus resultados terão pouco significado.

Ao determinar os seus objetivos, defina também as metas que estarão atreladas a eles. Se você busca por visibilidade, por exemplo, então o número de compartilhamentos do seu programa pode ser um número interessante.

Persona

Uma vez que você compreende a razão do que você está criando, é preciso definir para quem você está criando, ou seja, quem é a sua persona?

O processo de definir a sua persona irá te apoiar na definição do formato do seu conteúdo, seleção de temas, convidados e principalmente, o tom do seu programa.

Uma vez que você define para quem é o seu podcast, você começa a desenvolver mecanismos de verificação para saber se o seu programa está na direção correta, entregando assim um conteúdo mais envolvente para o seu ouvinte.

As pessoas precisam querer escutar o que você tem para dizer e isso só acontecerá se você estiver conversando diretamente com elas, suprindo uma dor ou apoiando em um objetivo ou apenas compartilhando de um mesmo interesse.



O formato

O mais importante aqui é que o formato que você escolha converse bem com a sua persona, portanto, para ter sucesso nessa escolha, tenha bastante foco na definição da sua persona!

Reflita sobre quais são os seus principais interesses e como ela costuma consumir conteúdos. Se ela já tem uma propensão aos jornais, um podcast com uma pegada mais jornalística possuirá uma linguagem semelhante a que ela já está habituada. Já se sua persona não busca o jornalismo tradicional, pensar na atualização da linguagem usada ou estilo pode ser o segredo para cativá-la.

E lembre-se, precisando gravar seu podcast, a Bureau tem disponível uma série de equipamentos para esse segmento. Entre em contato conosco e saiba mais!


Tutorial de filtros usados em fotografias internas


Adam Goldberg é especialista em fotos de interior, exterior, hospitalidade, tanto em imóveis residenciais como comerciais. 

Adam Goldberg nos conta uma de suas experiências.

"Fotografar interiores pode criar muitos desafios para fotógrafos com todas as diferentes luzes. Luz solar direta, luz ambiente indireta, luz aérea, lâmpadas...você tem a ideia. Você também pode ter muitas superfícies diferentes que absorvem ou refletem a luz de diferentes maneiras.

Escrivaninhas, sofás, televisores, mesas de café, cabeceiras de madeira, paredes pintadas...sim, há muita coisa. Como tal, é tão importante controlar todas as fontes de luz quanto controlar como a luz interage com todas as diferentes superfícies de uma sala. Não só é importante, em alguns casos, adicionar luz artificial às fotos de arquitetura, mas é tão crucial - se não mais - usar filtros para controlar todos os diferentes elementos de uma fotografia de interior.

Para ilustrar porque uso filtros para fotografia de arquitetura de interiores, vamos exemplificar através de uma foto.
Pediram-me para fotografar o interior de um quarto que havia sido recentemente renovado em um hotel na minha cidade natal, Atlanta, Geórgia. Este quarto é um grande exemplo da importância do uso de filtros para a fotografia de arquitetura de interiores.



O que você vê na primeira foto é a única imagem base do ambiente que usei para construir o resto da fotografia (sem filtros). Há um brilho significativo na mesa de café, bem como na cabeceira de madeira ao redor da lâmpada. A maioria das pessoas pensa em usar filtros de polarização para sua fotografia exterior a fim de reduzir o brilho na água. Os filtros polarizadores funcionam tão bem para fotografia interior quanto para eliminar o brilho na maioria das superfícies (note, eles não funcionam em metal não polido).


O bom de um polarizador circular para fotografia de arquitetura é que com uma rápida rotação do filtro, você pode eliminar o brilho em vários locais. Duas fotografias rápidas usando este método podem então ser fundidas no Photoshop e você tem uma imagem "limpa", livre de brilho que você pode agora entregar ao seu cliente. Nesta foto, eu usei o Polarizador Circular HT Digital da Tiffen Company para alcançar meus resultados. Na verdade, nunca removo esse filtro quando estou fazendo fotografia de arquitetura de interiores.



Outro truque para fotografia de arquitetura de interiores é usar uma folha de densidade neutra (ND) para embrulhar uma luz brilhante. Este processo pode ser demorado e caro. Veja na segunda imagem. A única diferença entre esta foto e minha imagem base é que eu liguei as luzes - eu não toquei nas configurações da câmera. Veja como as luzes estão brilhantes, elas estão completamente estouradas e criam uma imagem que não pode ser entregue ao cliente.

Ao invés de mexer nas configurações da minha câmera ou embrulhar as luzes com gelatinas, eu apenas usei meu filtro Tiffen NATural ND. Os filtros de ND Natural da Tiffen não têm nenhum molde de cor para eles, então eles são perfeitos nesta situação, já que nenhuma correção de cor é necessária na pós-produção.


Para criar minha imagem final, misturei as imagens junto com as rotações do polarizador circular para eliminar o brilho. Eu também misturei uma imagem que expus para as janelas, bem como duas outras fotografias usando o meu Interfit S1 Monolights para adicionar luz de preenchimento. Alguns pequenos ajustes no Lightroom e esse foi o resultado final.


Agora eu tenho uma imagem devidamente exposta, sem brilho e com luzes com detalhes. Usando um polarizador circular, consegui controlar como a luz natural que entrava na sala interagia com os móveis. Neste caso, eliminando o brilho sobre a mesa de café. Em seguida, usei meus filtros ND para criar um aspecto natural para minha fotografia, com as luzes ligadas. Eles têm a quantidade de detalhes que você esperaria se entrasse nesta sala com as luzes acesas durante o dia. Os filtros Tiffen NATural ND me pouparam tempo no local, pois eu não precisei enrolar as luzes com uma folha de ND ou ajustar as configurações da minha câmera. Isso também tornou minha mistura de pós-produção mais eficiente.


Você usa filtros para sua fotografia de interior? Me avise que eu adoraria ouvir como os outros estão criando imagens incríveis para seus clientes.”

Equipamentos usados nesta foto:

Polarizador Circular Tiffen Digital HT
Filtros ND Tiffen NATural
Interfit S1 Monolights
Canon 5D Mark IV com lente Tilt-Shift 24mm
Tripé Davis and Sanford
Transmissor Wireless CamRanger

Texto em português traduzido de Link original em Inglês: https://tiffen.com/blogs/imagemaker/using-filters-for-interior-architecture-photography

Produza seus podcasts


Quarentena do conhecimento: aproveite seu tempo, aprenda tendências e aprimore seu conhecimento. O mercado de Podcasts vem crescendo muito no Brasil e no mundo. 



Os formatos de podcasts são diversos e cada um possui objetivos distintos. Vamos conhecer alguns destes formatos:

Entrevista

Neste formato, em cada episódio um entrevistado diferente é convidado e os temas podem ser diversos. Um dos pontos mais positivos dos podcasts em formato de entrevista é que o seu episódio alcança não somente a sua rede, mas também a da pessoa entrevistada. Além disso, é um espaço onde a troca de experiências acontece de forma muito natural. Nós recomendamos que você sempre tenha um roteiro disponível, contudo, em conversas deste tipo sempre haverá um momento para um novo comentário ou assunto.

Ao escolher os seus convidados, lembre-se também de que essa entrevista pode até ser formal, mas precisa de conexão entre host e convidado. Se você for convidar alguém para conversar sobre SEO, por exemplo, é preciso que esta pessoa realmente tenha o background e seja comunicativo, transferindo isso para a sua audiência.



Informativo

Neste formato a ideia é transmitir alguma informação ao ouvinte. Se os podcasts em si já lembram muito os programas de rádio, este formato é ainda mais próximo deles. O diferencial é que este formato está disponível a qualquer momento na internet. Um exemplo conhecido é o Café da Manhã, da Folha de São Paulo, um programa diário e matinal que trata sobre assuntos da atualidade. O programa é conduzido por jornalistas e apresenta um tom muito leve.

Painel

Este tipo de podcast é muito interessante, mas, caso seja gravado de forma amadora, pode tornar-se muito confuso. Isso porque é marcado pela presença de um apresentador e mais de um convidado. É um formato que exige muita gestão e bons equipamentos, caso contrário, a gravação pode ficar muito desconexa e resultar em uma péssima experiência para o ouvinte.

Individual

Tecnicamente é um formato muito simples, mas é necessário um bom autoconhecimento antes de optar por gravar este tipo de formato. Isso porque será apenas o apresentador e o microfone, então, parte da dinâmica presente em uma entrevista se perde.

Entretanto, a edição do seu programa será muito mais simples. Além disso, não haverá preocupações com agenda de convidados ou equipamentos avançados de gravação. Ao abordar temas específicos, você também terá a oportunidade de se tornar referência no assunto, construindo assim uma ótima marca pessoal.

E lembre-se, precisando gravar seu podcast, a Bureau tem disponível uma série de equipamentos para esse segmento. Saiba mais - Entre em 
Contato


MEVO START Câmera para streaming

A câmera MEVO START é uma solução integrada de câmera com dispositivo para Streaming.

Tem alta resolução de vídeo e 3 microfones internos. A MEVO START pode, através do app, emular com diversas câmeras. Podendo fazer cortes como em um switcher.









A Mevo Start é uma câmera do tipo All in One, projetada para fornecer um fluxo de trabalho muito fácil para transmissão ao vivo para as mais populares plataformas RTMP, incluindo o YouTube Live e o Facebook Live.

Transmite vídeo com resolução de 1080p30 e também permite gravar simultaneamente o que está sendo transmitido para um cartão microSD, para que você tenha uma cópia da transmissão ao vivo.



A câmera é controlada por meio de um aplicativo iOS / Android Mevo, que oferece ferramentas intuitivas e fáceis de usar para produção ao vivo. Por exemplo, ao fazer um panorama e zoom na captura que você está capturando durante uma transmissão ao vivo, o aplicativo pode criar nove ângulos diferentes dessa captura e apresentá-los a você em um layout de grade. Em seguida, você pode simplesmente tocar no quadrado da grade que deseja transmitir. Embora o aplicativo seja capaz de criar os diferentes ângulos automaticamente, você também pode optar por fazê-lo manualmente.

Outras funções do aplicativo incluem o modo de piloto automático, que usa detecção de rosto e análise de cena para escolher fotos interessantes e editar o fluxo para você.


A Mevo Start é altamente compacta e portátil e funciona com uma bateria embutida por até seis horas, permitindo transmitir sessões estendidas, ou com um adaptador Ethernet dedicado, opcional pode ser incorporado para alimentação contínua. A câmera possui uma rosca de pedestal nativa de 5/8 "-27 mic com uma bucha redutora.
A bucha, que pode ser removida com uma moeda ou chave de fenda, fornece uma rosca de 1/4" -20 de um lado e 3/8 "-16 threads por outro.
Entre esses três tipos de montagem, você poderá conectar a câmera a tripés de luz e em suportes de microfone.


Retomada das Filmagens em SP

Bruno Covas, prefeito de São Paulo autoriza o retorno de filmagens e gravações na cidade. São Paulo libera fi...